top of page

A Estrutura de uma Sessão de Treinamento


Quando tivermos clareza sobre os objetivos de nossa sessão, nos preparamos para colocá-la no papel como um esboço de como será o treinamento. Teoricamente, devemos saber quais objetivos físicos treinaremos (qualidades físicas básicas), quais princípios técnicos trabalhamos e quais componentes táticos procuramos na sessão, também uma breve explicação dos mesmos exercícios que será acompanhada de forma gráfica mostrando alguns desenhos de como eles se refletirão em o campo de jogo. (Colocação de material, jogadores, espaço para exercícios, movimentos, etc.)


Principalmente, o design tradicional de uma sessão de treinamento seria dividido por três blocos:


1. Aquecendo


Esta é a primeira parte do treinamento e sua função é ativar os jogadores tanto técnica, física e cognitivamente para o decorrer da sessão, esta fase geralmente dura entre 10,15 ou 20 minutos embora dependa dos exercícios que faremos mais tarde e da categoria que somos. Nesta parte geralmente são realizados exercícios aeróbicos básicos de mobilidade articular, alongamento dinâmico, corrida leve continua, jogos, técnica individual ou em duplas tarefas que quase sempre se adaptam um pouco aos exercícios que vêm depois na parte principal do treinamento. Nota: Em categorias inferiores com crianças pequenas, é altamente recomendável priorizar tarefas de mobilidade, coordenação, técnicas de bola ou jogos de coesão.


2. Parte principal


Esta é a parte onde se concentra a maior parte do tempo da sessão, nela desenharemos os exercícios mais importantes para atingir um objetivo em questão, este pode ser competitivo ou formativo. Nestes mesmos exercícios, componentes de preparação física, técnica e tática irão de mãos dadas (se o exercício o indicar).


3. Acalme-se


O desaquecimento é um período que muitos treinadores de futebol juvenil perdem por falta de tempo dando muito tempo para a parte principal, mas esta fase final da sessão é muito importante para os jogadores diminuírem a intensidade. Nesse período os jogadores podem fazer uma corrida contínua suave, exercícios de alongamento ou outros exercícios, digamos que seja uma fase para os jogadores voltarem para casa relaxados e não com o nível de excitação que exercícios de alta intensidade podem proporcionar além do treinador Você pode aproveitar para dar uma palestra de reforço sobre o treinamento. Aqui você tem um artigo completo que fala sobre esse assunto de forma mais abrangente.


NÃO ESQUEÇA A QUANTIFICAÇÃO E ANÁLISE APÓS AS SESSÕES


Após cada sessão, avalie as atividades fazendo as seguintes perguntas:


• Os jogadores aprenderam? A sessão foi divertida?


• Perdeu-se muito tempo com as explicações? Os exercícios decorreram bem? Teve de ser

retificado?


• A atividade foi muito fácil, muito difícil ou apropriada para os jogadores?


• A maioria dos jogadores se sentiu integrada com as tarefas?


Na próxima semana continuaremos esta nossa serie de postagens e abordaremos como é a transição dos treinos para o jogo.



Por Lucas Drumond Sinnecker

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page