top of page

Como ser um Bom Zagueiro?


Pressionar é uma ação que pode ser realizada por setores. Nestes casos, o Técnico decide onde pressionar. Pode ser ALTO (na saída do rival, ou em posse após uma derrota), MÉDIO (quando a bola atinge um lateral ou meio-campista com pouca jogada) ou BAIXO (pouco aproveitado e muito arriscado, já que o erro pode ser pago muito caro).


Condições para pressão:

  • Que a bola atinja os rivais na área escolhida ou que a saída rival seja pressionada.

  • Que toda a equipe esteja atrás da linha da bola.

Caso alguma dessas premissas não fosse cumprida, a equipe não deveria pressionar, ela continuaria aguardando o momento certo.


Além disso, se a bola for para o goleiro, ele não é pressionado porque a equipe estaria em desvantagem numérica.


Para jogadores


O treinador procura, neste caso, trabalhar com ele / os jogadores menos talentosos do rival. O adversário escolhido é primeiro libertado e ao receber é pressionado a obrigá-lo a cometer um erro e assim poder recuperar a bola.


A oportunidade


Pressionar não pode ser feito de forma anárquica. Toda a equipe deve estar atenta e preparada para isso, mesmo que nem todos os jogadores participem da ação inicial.


Em geral, pressionar é uma ação praticada:

  • No campo adversário: Ao pressionar para longe da própria baliza, se a tentativa falhar, aumenta a probabilidade de recuperar posições defensivas.

  • No ataque lento: Pressionar envolve riscos, já que dois ou mais jogadores são designados para trabalhar no adversário que segura a bola. Por isso, um dos cuidados é iniciar a ação de pressão quando o jogo está "sujo" e o ataque rival fica mais lento. Fingir exercer pressão em um ataque rápido do rival pode ser suicida, se a bola não for ganha, ou se a bifurcação mudar para a frente, nosso time pode ficar mal parado defensivamente.

  • Na 1ª oposição: O jogador mais próximo do adversário que está com a bola é aquele que deve começar a pressionar, correndo a toda velocidade em direção ao adversário, mas parando antes de evitar ser evitado, retardando o ataque.

É importante não ser driblado e fora de ação.


Ação de recuperação


Notou-se que o primeiro adversário ao jogador rival que está com a bola, deve começar a pressionar mas não deve tentar ganhar a bola. Esta responsabilidade, portanto, recai sobre os companheiros de equipe mais próximos, que uma vez alcançados a posição de marca sobre os rivais designados, devem trabalhar naquele que carrega a bola.


Impedimento como opção de pressão


O uso da lei do impedimento é, como tudo, uma determinação tática de cada treinador. Tem defensores e detratores. Os primeiros veem nesta ação uma economia de energia para a equipe que a executa, por não ter que concentrar todo o esforço na marca; e entendem que gera dúvidas ao rival atacante, por isso se torna uma ação extremamente eficaz e vistosa.


Os detratores sustentam que é uma ação muito arriscada, que cada erro significa colocar o atacante rival de frente para o gol, o que por isso gera claras situações de gol para times tecnicamente inferiores que de outra forma dificilmente teriam oportunidades tão favoráveis.


Esta ação pode ser usada em lances de bola parada, quando o adversário tem bons cabeceios ou tem muita gente procurando pelo centro.



Por Lucas Drumond Sinnecker

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page