top of page

Dicas para Jogadores de Futebol com Pouca Minutagem


No terceiro e último artigo desta nossa série de postagens apresentaremos dicas para jogadores de futebol que não estão com tantos minutos em campo.


Seja paciente e calma para esperar pela oportunidade. Quando o treinador o deixa no banco, tenha controle para gerenciar as emoções da melhor maneira possível, para não ser muito revolucionário (agir em excesso) e tente ser eficaz, procurando expressamente o que o treinador precisa do time naquele momento específico, busque segurança nas primeiras ações para continuar aumentando essa confiança em si e com os colegas. Concentre-se em alguns objetivos, mas faça-o bem e não queira fazer tudo em um minuto.


Trabalhe da melhor maneira em treinamentos com a melhor motivação possível. Estabeleça desafios individuais que os permitam melhorar. Falhe o mínimo possível de passes ou outra ação específica.

Apoio os jogadores que estão atualmente em campo como titulares.


Uma comunicação próxima com treinador para realmente saber o que ele quer de você.


Tente analisar a situação de seus colegas e o que melhorar.


 No esporte atual, tanto na base quanto na elite, há cada vez menos paciência e isso reflete no fato de que uma multidão de jogadores (principalmente os mais jovens) passam por numerosas equipes, isso em alguns casos pode ser benefício para o time. O jogador tem a experiência de conhecer diferentes formas e grupos de trabalho, mas na maioria dos casos, é aconselhável ter uma estabilidade duradoura ao longo do tempo, para que o jogador se adapte ao método de trabalho e evolua favoravelmente. As vezes, ter paciência pode ser o melhor caminho a seguir, mesmo que a situação pareça oposta, mas também pode ser decisivo saber como seguir outros caminhos, se a ocasião surgir. Não tome decisões precipitadas.


De certa forma, nenhuma das opções garante nada, pois existem muitos fatores que podem nos levar a um lugar ou outro, por exemplo, uma mudança repentina de treinador, uma mudança tática, uma lesão em um colega de equipe que nos leva a assumir a responsabilidade, etc.


Em suma, não podemos controlar o livre arbítrio, mas podemos trabalhar para provocar situações, para que mais oportunidade surjam a nosso favor.



Por Lucas Drumond Sinnecker

256 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page